segues-me? ♥
Batimentos do Coração ♥
Expresiones
Amor Imperfeito " Afonso " 12#
15.10.11 | 13:37 | 16 Batimento[s]
Era o irmão mais velho, o Afonso , a Bruna tinha um irmão mas raramente vinha a casa pois estava para fora do país a tirar um Curso.
Mal abriu a porta, Bruna abraçou o irmão como nunca …
Afonso : Maninha linda, estás cada vez mais linda *-*
Bruna : Então tu? Deves ter “ engatado “ umas vinte ahahah.
Afonso : Sabes muito bem que não sou desses.
Bruna : Sei pois porque se fosses já o tinhas feito á muito porque o que não faltam são raparigas atrás de ti.
Afonso : é a vida …
Bruna : Olha queres comer alguma coisa, independentemente de serem seis da manhã os pais já saíram , só está aqui …. Ohh , ninguém , ninguém
Afonso : Quero , estou com fome ahah. Pois acredito … E está aqui alguém? Sabes que podes confiar em mim.
Bruna : Pronto está mas vamos para a mesa e eu conto – te tudo …
Lá contou e Afonso disse que ia ajuda – lá , Afonso era um rapaz , alto, moreno , olhos verdes e tinha muitas raparigas atrás dele por ser assim , mas não era só o exterior que cativava mas sim o interior ele era amigo , sincero , ajudava os amigos sempre que precisavam, resumindo é dos melhores amigos que nós seres humanos devemos ter !
Afonso : Posso oh menos conhecer essa amiga?
Bruna : Claro , anda.
Bruna levou – o até ao quarto e levou comida para lhe dar.
Bruna : Andreia, trago aqui comida para ti e companhia também …
Andreia : Hum companhia , um gajo bom é ?
Bruna : ahah , talvez talvez
De repente aparece o irmão dela.
Afonso : Posso ?
Bruna : Sim podes , maninho .
Andreia : Fogo gajo bom é favor , ahah (sussurrando ao ouvido de Bruna)
Afonso : ahah, estou a ouvir meninas *-*
Andreia : ups , sorry :s
Afonso : oh não tem mal, pequena.
Bruna : Olha Afonso, tenho que ir arrumar a cozinha importas – te de ficar aqui um bocadinho com a Andreia?
Afonso: Claro que não, maninha. Vai lá ….
Bruna saiu do quarto e dirigiu – se á cozinha.
Afonso : Então princesa, que idade tens?
Andreia: Tenho quinze e tu?
Afonso : Eu tenho dezanove, minha linda.
Andreia : ah bom …
Afonso : Que se passa? Pareces estar um pouco tristinha …
Andreia : E estou, mas não me apetece falar desculpa ….
Afonso : Rapazes?
Andreia : Sim , como sabes ?
Afonso : Já é habitual ver – se por aí rapazes a magoarem raparigas lindas como tu.
Andreia : Oh , eu não sou linda Afonso.
Afonso : És sim , quem dera a muitas ser como tu.
Andreia : ohh , tu também és bem lindo como deves ter reparado quando eu fiz aquele comentário para a tua irmã..
Afonso : Não sou nada de especial , mas Obrigado (e sorriu)
Andreia : De nada (e também tentou sorrir)
Afonso : Mas a falar porque estás aqui, devias estar em casa…
Andreia: Pois devia, mas fugi de casa estava farta de tudo precisava de espaço e tempo.
Afonso : Mas vais ter de voltar …
Andreia : Eu sei.
Afonso aproximou – se dela, e fez uma “festinha” na cara e verificava como ela era linda e o seu cabelo brilhante.
Continuando a fazer a “festinha”
Afonso : Como é que alguém foi capaz de magoar uma rapariga tão linda.
Andreia : Não sei Afonso, não sei mesmo …
Cada vez , mais ele se ia aproximando dos lábios dela ….




Continua (:


Etiquetas:


← Antigo | Novo →
Bem vindo ao meu mundo ♥
Espero que gostes, dá sempre a tua opinião é me essencial!
Se gostares, segue o meu coração ♥
no meu coração
Falem aqui, sem medos*
Susana Meireles*